A Inquisição Medieval

 

inquisicao

 

 

A inquisição era um Tribunal Eclesiástico, também chamado de "Tribunal do Santo Ofício", criado para combater as heresias cometidas pelos cristãos confessos, e pôr muçulmanos vindos do Oriente. A inquisição ou Tribunal do Santo Ofício foi iniciada em Verona sob o Papa Lúcio III no ano de 1184, inspirado em escritos de Santo Agostinho, fortaleceu-se sob o Papa Inocêncio III (1198-1216) e o Concílio de Latrão (1215), de 1231 a 1234 Gregório IX multiplicou pela Europa os Tribunais de Inquisição, presidido pôr inquisidores permanentes. 

A Inquisição, na visão de um Inquisidor

Todos os inquisidores devem ser doutores em Teologia, Direito Canônico e também Direito Civil e os Inquisidores devem Ter no mínimo 40 anos de idade ao serem nomeados, e a autoridade do inquisidor é dada pelo Papa através de uma bula, as vezes o Papa pode delegar o seu poder de nomear os inquisidores, a um Cardeal representante,bem como aos superiores e padres provincianos dos dominicanos, e frades Franciscanos, (foram os papas Inocêncio IV e Alexandre IV, que deram esse poder aos superiores e padres provincianos de suas respectivas ordens " Licet ex Omnibu" e " Olim Praesentiens". 

O Inquisidor não pode nomear um escrivão, pois será assistido pelo escrivão público das dioceses, somente em 1561 e que os Papas puderam nomear o escrivão. No ponto de vista da Inquisição são Heréticos. 

Juridicamente:

a) Os Excomungados 
b) Os Simoníacos 
c) Que se opuser a igreja de Roma e contestar a autoridade que ela recebeu de Deus 
d) Quem cometer erros na interpretação das sagradas escrituras 
e) Quem criar uma nova seita ou aderir a uma seita já existente 
f) Quem não aceitar a doutrina Romana no que se refere aos sacramentos 
g) Quem tiver opinião diferente da igreja de Roma sobre um ou vários artigos de Fé 
h) Quem duvidar da fé Cristã